Por ser um local de preparo de alimentos, a higiene em toda cozinha deve ser rigorosa e impecável

Toda superfície de cozinha pode acumular sujeiras e gorduras, mesmo que aparentemente estejam limpas. Isso pode ocasionar perigos para a equipe e para os consumidores que se alimentam do que é preparado nessa cozinha. Por isso é fundamental que toda a cozinha, incluindo suas superfícies e balcões estejam sempre limpos de verdade, livres de germes e microrganismos que podem ocasionar contaminações.

Seja em um restaurante, padaria, lanchonete ou até mesmo supermercado, a cozinha é um local onde as pessoas estão a todo momento preparando refeições e manipulando alimentos, com isso é natural o acúmulo de sujeiras nas superfícies, como paredes, chão, balcões, bancadas, etc.

Por ser um local de preparo de alimentos, a higiene deve ser rigorosa e impecável, afinal uma contaminação através da alimentação pode ser perigosa para todos.

Não realizar uma limpeza e higienização corretos das superfícies de uma cozinha coloca em risco a saúde de todos e a sobrevivência do negócio.

Veja os principais erros na hora da limpeza de uma cozinha e treine sua equipe para não cometê-los:

Diluir os produtos de limpeza de forma errada

Não diluir da maneira correta o produto de limpeza é um dos principais erros na hora de higienizar a cozinha. Os produtos devem estar na concentração correta para ser aplicado e assim ser eficiente. Colocar menos água do que o recomendado, por exemplo, ou água demais pode ser prejudicial a saúde e não realizar a limpeza como deveria. A maioria dos produtos ensinam na embalagem a forma de diluição, todo processo e quantidades, portanto, sempre leia atentamente.

Deixar o produto por muito tempo sobre a superfície

Não é recomendado deixar os produtos de limpeza secando naturalmente nas superfícies. O produto deve agir pelo tempo determinado, nem mais e nem menos tempo, pois isso pode comprometer o processo.

Não enxaguar após a remoção

Sempre enxague a superfície após remover o produto, pois o resíduo do roduto de limpeza nas superfícies pode ser altamente perigoso.

Usar produtos não muito confiáveis e sem qualidade

Usar produtos que sejam de qualidade e confiáveis é fundamental para uma higienização eficiente das superfícies de uma cozinha. Escolha sempre os melhores produtos.

Como fazer a limpeza das superfícies da cozinha profissional corretamente

Para manter uma correta limpeza e higienização das superfícies da cozinha é importante ter uma equipe treinada e informada, além de contar com sistemas e produtos de limpeza que otimizem o processo.

Higienização com Ozônio

O Ozônio é o mais poderoso germicida natural, ele oxida e descaracteriza os compostos químicos odorosos e poluentes além de inativar qualquer tipo de microrganismo (bactérias, vírus, protozoários e outros).

Processos de desinfecção por Ozônio permitem a degradação e eliminação de substâncias que outros produtos, como por exemplo, o cloro não podem efetivamente eliminar, como fluidos humanos, cosméticos e produtos orgânicos de todos os tipos, bem como metais dissolvidos como o ferro e manganês.

A utilização do Ozônio é extremamente eficaz contra microrganismos resistentes como o Cryptosporidium Parvum e Estafilococos, ambos resistentes a antibióticos. Da mesma forma o Ozônio é eficaz contra muitos outros micro-organismos tais como E. coli e Salmonela, Listeria, Pseudomonas, vírus (dentre eles Covid19 e H1N1), bactérias, fungos e germes.

Limpeza dos sistemas de exaustão

O sistema de exaustão nas cozinhas profissionais extrai os gases e vapores, que são gerados durante o cozimento dos alimentos. Ao fazer a exaustão desses gases e vapores, a principal partícula que é retirada do ambiente da cozinha é a gordura.

Esta gordura passa por todo o sistema e vai saturando as áreas que entram em contato com o ar exaurido, o que é muito perigoso, pois pode causar incêndios e contaminação alimentar.

Por isso, limpar todo o sistema, independente da extensão dos dutos, é fundamental para a segurança da cozinha, equipe e alimentos.

Os tipos de contaminação na cozinha

A higiene e a limpeza na cozinha são fundamentais para evitar que uma contaminação ocorra. Não basta apenas as pessoas que trabalham na cozinha estarem devidamente higienizadas, é preciso que todo o ambiente e equipamentos também estejam.

Veja os quatro tipos de contaminação que podem colocar a saúde da equipe e consumidores em risco:

Contaminação biológica

Esse tipo de contaminação ocorre quando micro-organismos causadores de doenças entram em contato com o alimento. A fonte mais comum são animais (normalmente roedores), insetos ou até os próprios seres humanos.

Contaminação química

Tudo na cozinha é formado por substâncias químicas, naturais ou artificiais. As instalações físicas e o armazenamento dos alimentos são os locais mais prováveis de causar uma contaminação desse tipo, se não forem cuidadas e higienizadas corretamente.

Contaminação mecânica

Quando algum objeto físico entra em contato com o alimento, como o brinco ou a aliança de algum funcionário, pode ocorrer a contaminação mecânica.

Contaminação cruzada

A contaminação cruzada é um tipo de contaminação biológica e ocorre quando micro-organismos ou substâncias de um alimento passam para outro, e isso pode acontecer de várias formas.

Aquila Serviços

Com mais de 20 anos de experiência no mercado, a Aquila Serviços oferece serviços com qualidade única e exclusiva no Brasil.

Nossa equipe especializada garante o melhor desempenho nos processos de limpeza técnica e profissional de todo o seu sistema de exaustão de gases e gordura através de tecnologia e treinamento especializado.

Somos a única empresa Brasileira certificada pela IKECA (Internacional Kitchen Exhaust Cleanning Association (www.ikeca.org), associação americana voltada exclusivamente para o setor de limpezas em sistemas de exaustão de gordura em cozinhas.

Share This